quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Marilá Dardot & Fabio Morais




Longe Daqui, Aqui Mesmo

Olaf Nicolai

CONSIDERING A MULTIPLICITY OF APPEARANCES IN LIGHT OF A PARTICULAR ASPECT OF RELEVANCE. OR: CAN ART BE CONCRETE?



An installation with 16 unique color Iris prints displayed on custom painted walls and 400 unique color books laid out on tables across the entire room.MARCH 28 – MAY 10, 2008



Conceived by the artist as a single work, the project consists of 16 color prints on custom painted walls and 400 color books displayed on tables across the room. Prints and books were done as high-quality Iris prints with the artist randomly feeding different colors one at a time into an offset printing machine. The mechanical movements of the printing make the resulting color mix on each sheet a unique, never to be repeated print. This rarely used process - unlike most commercial printing – allows pure color printing without any dot screens.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Pablo Echaurren

Não Abra - Livro deseducativo


Pentagram Papers

Face to face, 1977


While working at Pentagram in London, Jean Edouard Robert (later the designer of the first Swatch watch faces) started photographing accidental faces in everyday objects. Having enlisted the assistance of his brother François, their collection now numbers more than one thousand published in five books. [via wallpaper]



O fotógrafo brinca com a capacidade que temos de reconhecer um rosto em objetos variados. Compare com os rostos desenhados por Bruno Munari.

domingo, 26 de setembro de 2010

Metalinguagem

David Pearson, Penguin by design
Miran






Massin, La mise en pages

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Cildo Meireles

Coca-Cola Molotov, da série Inserções em Circuitos Ideológicos

Gravar nas garrafas de refrigerantes (embalagens de retorno) informações e opiniões críticas, e devolvê-las à circulação. Utiliza-se o processo de decalque (silk-screen) com tinta branca vitrificada, que não aparece quando a garrafa está vazia e sim quando cheia, pois então fica visível a inscrição contra o fundo escuro do liquido Coca-Cola.



Leia depoimento de Cildo Meireles sobre as Inserções em Circuitos Ideológicos

 texto de Helio Fervenza sobre o Cildo: http://www.concinnitas.uerj.br/resumos8/fervenza.pdf

Erik van der Weijde

foto.zine nr.3, 2009
112 pages (total) 15x21 cm
offset printed in Brazil

contains 5 different issues, with different series of collected images:#Palm Trees, #Hand Guns, #(the pink issue), #Accidents, #the Stuttgart Issue.#Accidents published in collaboration with Concrete Matter #the Stuttgart Issue published in collaboration with Self Service.

Hand Guns

Accidents


Este artista holandês reside em Maceió/AL.

Visit http://www.4478zine.com/

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Carlos Matuck

O homem nos tempos que correm, 1988
44 x 30 cm


Trabalho feito com carimbos e publicado no Atlas Almanak. Outras imagens, no site de Carlos Matuck.

domingo, 19 de setembro de 2010

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Edith Derdyk

Edith Derdyk passeia por muitos suportes carregando uma série
de questões fundamentais, não só para a arte, como também para a vida. A linha,
bidimensional no desenho, tridimensional na costura e em suas instalações onde
estica a linhas no ar, adquire na escrita uma quarta dimensão que é o tempo,
como a própria Edith mostra: “escrevo como costuro. Costurando, ligando,
furando, recortando, costurando pensamentos e tudo mais”.

Na exposição Linha de Costura, Edith Derdyk apresentará trabalhos inéditos como
o vídeo Folego, realizado em parceria com Raimo Benedetti, que apresenta o ir e
vir das folhas de papel formando imagens fluidas que se mostram como um livro
aberto desfolhando em frente aos leitores, onde a linha surge como o espaço que
existe entre as folhas, entre as coisas, entre os vãos; o
livro-objeto Em deslize, que também trabalha com as possibilidades da folha de
papel como espaço poético instigando os leitores a decifrá-lo na medida
que a forma-livro ressurge como possibilidade coreográfica na medida
em que o leitor torna-se co-autor, na medida que em pode reconstruir
narrativas a partir de sua manipulação e Buraco Negro, composto de uma
série de 20 desenhos, resultantes de impressões que se sobrepõem em cima de
folhas de anotações da artista com textos de seu computador, textos
poéticos, teóricos, burocráticos......gerando manchas, texturas, massas
ilegíveis e assim aludindo a origem da palavra texto: tecer, textura .

Lançamento do livro "Linha de Costura", de Edith Derdyk, na Galeria Livrobjeto, que fica na sede da C/Arte.

Paulo Bruscky

O que é Arte? Para que serve?
Paulo Bruscky em ação, Livraria Moderna, Recife, 1978

Etiqueta

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Lucas Dupin

Abertura da exposição hoje, na Biblioteca Pública Estadual.
Na sua terceira mostra individual, Alfarrábios, em Belo Horizonte (Biblioteca Central da UFMG - 2009 e Câmara Municipal de Belo Horizonte - 2010), Lucas Dupin apresenta na Galeria Paulo Campos Guimarães da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa, além dos trabalhos já apresentados nas mostras anteriores, desenhos inéditos nos quais prossegue com a experimentação de materiais tanto comuns ao desenho como o grafite e pastéis oleosos, como a pólvora e carimbo sobre papel.

Reconhecido e premiado por trabalhos de intervenções efêmeras em espaços outros que os já reconhecidamente destinados à exposição de arte, nesta exposição o artista apresenta sua produção mais recente de desenhos, na qual, o “objeto livro” é ao mesmo tempo ponto de partida e suporte para imagens.

Livros antigos e obsoletos, ( que aliás é um dos significados da palavra Alfarrábios, título da mostra ) cada vez mais descartados, recebem Desenhos delicados feitos de matéria bruta (Amir Brito Cadôr), paisagens que se desenvolvem pelas páginas incorporando textos, anotações, imagens e marcas de uso que porventura o livro utilizado possa ter. Tudo passa a se constituir matéria trabalhada.

Sua mostra “Alfarrábios”, aparente atentado ao acervo de uma biblioteca é na verdade uma homenagem a todos que direta ou indiretamente, encontram nos livros uma maneira de afetividade, seja como criadores ou leitores.(Conceição Bicalho)

sábado, 11 de setembro de 2010

Bijan Sayfouri

Human beings are members of a whole,
poster by Bijan Sayfouri,Mahriz Publishers, 2009

Molavi, the 2nd Iranian typography exhibition,
poster by Bijan Sayfouri, 2007

In commemoration of Hakim Razi,
poster by Bijan Sayfouri, 2005

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Piet Zwart


página de um catálogo, realizado em 1929
page from a printer´s catalogue (Trio, The Hague)
actual size, designed by Piet Zwart in 1929.
Estou lendo o ótimo livro de Herbert Spencer, Pioneers of modern typography, publicado em Londres em 1970. Em muitas páginas, o processo de impressão utilizado foi o mesmo dos originais, sendo possível observar os efeitos de sobreimpressão. Algumas páginas parecem de edições limitadas da primeira metade do século XX. Muitas das imagens foram reproduzidas em tamanho natural, o que não é muito comum em publicações sobre design.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Jaime Narváez



Cuadernos

Compare com os cadernos de Ivens Machado, da década de 1970. O artista brasileiro chegou a comprar uma pautadeira, para interferir no modo como a máquina opera.

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Raymundo Colares


Raymundo Colares
Curadoria de Luiz Camillo Osorio
lançamento_ 18/09/2010, sábado, 19h
exposição_ 19/09/2010 a 19/12/2010

Raymundo Colares ganha retrospectiva no MAM-SP com curadoria de Luiz Camillo Osorio, curador do MAM-RJ. A mostra Raymundo Colares ocupa a Sala Paulo Figueiredo com obras emblemáticas da carreira do artista, tais como os Gibis, que terão duas réplicas para serem manuseadas pelo público, e as carrocerias de ônibus pintadas em alumínio. Compõem a mostra 56 obras, entre 26 pinturas, 15 fotocópias/desenhos, um vídeo sobre o artista e 14 gibis, além das duas réplicas.

Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM SP
Parque Ibirapuera portão 3 - Ibirapuera
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-5085-130055-11-5085-2342
imprensamam@mam.org.br
http://www.mam.org.br/
horários_Terça a domingo e feriados, 10-18h

Julião Sarmento

Racial Makeup, 1998
Korinsha Press/CCA Kitakyushu

Portugese artist Juliao Sarmento has Collected drawings, photographs, Polaroids, and newspaper clippings from nis visit to Kitakyushu, Japan. Sarmento has assembled these materials in a simple brown notebook with lined pages, using his assembled articles like pressings in a well-worn book.

Using the squared perspective as painting, photograph and video as mediums, Sarmento's works take multiple approaches to the notion of the point of view, to explore the relationship with the viewers and to dissolves and combines the image to be represented by the various ways of comprehension.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Solidariedade


Logotipo do partido trabalhista polonês. As letras, próximas umas das outras, passam a idéia de um grupo coeso de pessoas.

Antoni Muntadas

Ladies & Gentlemen
Barcelona : Actar, 2001
15,5 x 10, 5 cm, 120 p.


"Men's Room." "Women's Room." We see these signs everywhere, every day, so much that we take them for granted. New York-based photographer Antoni Muntadas, however, has taken photographs of these signs all over the world, and they are published in Ladies & Gentlemen. As we turn page after page of these signs: signs in different languages, signs with different graphics, we are not only amused, but we realize that these symbols have been transformed into gender symbols that refer to a universally accepted gender division. Virtually without text, this volume simply presents the images for what they are: signifiers of public spaces that exist for a private function.