quinta-feira, 30 de julho de 2020

Arlindo Daibert

Moradas
Acervo Museu de Arte da Pampulha

terça-feira, 9 de junho de 2020

Odires Mlászho







(Mandirituba, PR, 1960.)
Vive e trabalha em São Paulo, SP.

colagens com letraset

sexta-feira, 5 de junho de 2020

Décio Pignatari









Organismo, 1960

O poema-livro de Décio Pignatari foi publicado avulso em 1960, cada imagem acima ocupava uma página inteira

segunda-feira, 1 de junho de 2020

Jan Voss


  


Jan Voss, Wartelist, 1984

Johanna Drucker uses _Wartelist_ as an exemplar for the importance of sequence in Artists' Books in her _The Century of Artists' Books_: "When you purchase Wartelist you can purchase as many interior sheets as you like—thus shortening or extending the wait the person at the bus stop has. The additional sheets are all sections of road and landscape so that the book's length becomes an experience of waiting. One turns through page after page of empty road where sequence is both duration and distance. _Wartelist_ calls attention to sequence as a fundamental feature of artists' books.

http://www.artistsbooksonline.org/works/wart.xml

terça-feira, 26 de maio de 2020

Cy Twombly

  Odi de Orazio

 untitled, 1970

 s/t, 1971


palimpsest
 roma


"Garatujas" de Cy Twombly. 

Por ocasião da 23ª Bienal de São Paulo em 1996, quando o artista apresentou algumas telas como estas, foi publicado em português o texto de Roland Barthes sobre Twombly:
http://www.23bienal.org.br/especial/petw.htm

Devemos considerar como surpresas todas as intervenções de escrita no campo da tela: cada vez que Twombly produz um grafismo, há um tremor, uma desordem na naturalidade da pintura. Essas intervenções são de três tipos (para simplificar). Primeiro, há as marcas de escalonamento, os números, os pequenos algaritmos, tudo o que produz uma contradição entre a inutilidade soberana da pintura e os signos utilitários do cálculo. Segundo, há as telas em que o único acontecimento é uma palavra manuscrita. Por fim, há, nos dois tipos de intervenção, a constante 'inabilidade' da mão. A letra, em Twombly, é exatamente o contrário de uma iluminura ou de um tipograma; ela parece ser desenhada sem cuidado e, contudo, não é verdadeiramente infantil, porque a criança aplica-se, faz força sobre o papel, arrendonda os cantos, põe a língua para fora num gesto de esforço. Ela trabalha arduamente para atingir o código dos adultos, e Twombly afasta-se dele, aumenta, arrasta; sua mão parece levitar, a palavra parece ter sido escrita com a ponta dos dedos, não por repulsa ou tédio, mas por uma espécie de fantasia que decepciona o que se espera da 'bela mão' de um pintor: essa expressão era usada, no século XVII, para designar o copista, que tinha uma letra bonita. E quem poderia escrever melhor do que um pintor?

O texto foi publicado antes, junto com outro famoso ensaio sobre Twombly,  “Non multa sed multum”, em O Óbvio e o Obtuso: ensaios críticos III. 
Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1990.


segunda-feira, 25 de maio de 2020

Conrad Gleber




Conrad Gleber
Raising a Family, 1976
flipbook

The idea of using the rapid, time-collapse photography of the flip book as a way to show family history is very funny. But taking the idea as a pun, and making the "raising" into a simple "rising" on the page, allowed Gleber to use a single image and progress it up the sheet. The result is smart, and surprising, and the stop-motion page-by-page animation took some work. The flip book genre is a favorite, maybe because the interaction reveals something the static book does not. This is a small gem of the genre.
Johann Drucker

http://www.artistsbooksonline.org/works/rais.xml


domingo, 26 de maio de 2019

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Marcel Duchamp

le PASSAGE de la vierge à la mariée, 1912
Oil on canvas
59.4 x 54 cm
The Museum of Modern Art, New York

terça-feira, 12 de setembro de 2017

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Metacartazes





Niklaus Troxler
Hommage to the street philosopher Emil Manser, 2006


Niklaus Troxler, 2001


Sebastian Fischer, aluno de Troxler, cartaz de uma mostra de cartazes do mestre

 

Troxler, mostra de cartazes tipográficos


Mostra de cartazes de alunos de Troxler


terça-feira, 1 de agosto de 2017

Albrecht Dürer




Retrato do Imperador Maximilien I, 1519
Oil on lindenwood
74 x 62 cm
Kunsthistorisches Museum, Vienna

terça-feira, 18 de julho de 2017

Juan Gris




Still Life with a Poem, 1915
Oil on canvas
80.6 x 64.8 cm
Norton Simon Art Foundation

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Carpaccio

Vision of St.Augustine (detail-of-the-dog), 1502-08


quarta-feira, 5 de julho de 2017

segunda-feira, 3 de julho de 2017