sábado, 21 de março de 2009

Jirí Kolar

Gersaints Aushängeschild
Praga, 1966
24,3 x 17,2 cm, [40] p.
Coleção Arrigo Lora Totino, Torino


Na página à esquerda, poema em homenagem a Lucio Fontana. Na outra página, um poema com as letras do nome Mondrian formando um desenho. O livro inteiro foi composto em uma máquina de escrever. Um dos trabalhos mais bonitos é um poema com o nome de Albers que assume a forma de uma pintura da série Homenagem ao Quadrado.

 Albers

 Brancusi
Calder

 Pollock

Um comentário:

Roberto disse...

Bonito trabalho de Jiri Kolar.
Uma imagem-homenagem poética com a força do trabalho mecânico-manual.