quarta-feira, 28 de abril de 2010

Ben Vautier



"Eu sou bela e negra", diz o texto do Cântico dos Cânticos, celebrando a beleza de Sulamita. Em francês, a mesma frase pode ser lida como se fosse a pintura dizendo de si mesma.

Aqui tem um catálogo do Ben Vautier em PDF (em inglês)

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Varvara Stepanova

Varvara Stepanova's designs for the performance of 'An Evening of the Book' with the protagonists standing in front, photographed by Alexander Rodchenko (1924)© Rodchenko Stepanova Archives, Moscow [via Tate]



Video de Mai-Thu Perret

“An Evening of the Book and Other Stories” cria um cenário de peças quase aleatórias: uma instalação de três vídeos sem som, a preto e branco, inspirados na avant-garde russa e projectados sobre papel de parede com um padrão reflector; gráficos com setas e passos – coreografias impressas nas paredes pintadas de prateado; uma manequim sentada que lança um olhar vítreo a um tapete cor de beringela onde foi derramada tinta fosforescente; prateleiras onde se encontram as vírgulas que foram usadas nos vídeos; e uma esfera em novelo de néon branco no chão, a um canto. A construção desta instalação é codificada – usa símbolos que nos revelam alguns pressupostos. O projecto de vídeo (co-produzido por Mathieu Copeland) é central, dá o nome à exposição e assenta na colaboração com outras artistas, como Amy Granat ou Fia Backstrom – um conjunto de mulheres repete movimentos abstractos por entre objectos estranhos. Na origem está a peça de teatro russa agit-prop, de 1924, com o mesmo nome (“An Evening of the Book and Other Stories”). Aqui, as principais influências são a geometria construtivista e a cenografia de Stepanova. Sentimos uma crítica à alienação da sociedade pós-capitalista, de modo fragmentado e utópico, entre os vários objectos que sublinham a performance do vídeo. E também nas referências à avant-garde russa, que via na arte uma forma de restruturação social. [via artecapital]





domingo, 25 de abril de 2010

Pierre Bonnard


Ilustração para os poemas de Paul Verlaine (litogravuras)

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Lewis Carrol


The Tail Tale, ou Poema-Cauda, na tradução de Augusto de Campos, é um poema incluído em Alice no País das Maravilhas.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

terça-feira, 20 de abril de 2010

Karen Hanmer


Random Passions

Laser prints on “vellum” paper, pamphlet in case binding covered with velvet finish book cloth, hot stamped cover.

Couples from romance novel covers traced on translucent paper layer together and multiple new combinations emerge. [via http://www.bookarts.uwe.ac.uk/nwgal09a.htm#4]

http://www.karenhanmer.com/

Gordon Matta-Clark

Music Calligraphy, 1973

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Laércio Redondo & Birger Lipinski


Laércio Redondo & Birger Lipinski
Final Cut

Aviso: folheie por sua conta e risco
flipbook

sábado, 17 de abril de 2010

Harris Lewine


Lettering para capa de livro sobre a história da barba.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Roland Topor

Topor Souvenir, 1969
A small book that has all text barred
De Harmonie- Amsterdam

Roland Topor (1938 -1997)
Je me souviens d'un livre, un livre déjà vieux, comme moi, un livre du XXe siècle. Il était amusant. C'est qu'on savait s'amuser en ce temps-là ! Et beau aussi ! On venait, je crois, d'inventer la photocopieuse, et tout le monde s'amusait à se prendre la tronche en photocopie. Alors, sur ce livre, sur le dernier plat, comme disent les anciens libraires comme moi, on avait mis la photocopie de la tête de l'auteur. Mais rien n'était très clair. C'est un peu confus. Ca devient un peu flou, toutes ces histoires, pour moi. C'étaient les années 1960, à Amsterdam, c'est si loin. Il était beau ce livre, ça c'est sûr. très beau ! Mais de quoi parlait-il, déjà ?

Et puis, l'auteur. Décidément, je n'en ai plus souvenir. Ah oui. attendez, ça me revient. c'était un in-16, une plaquette agrafée de huit feuillets, avec une couverture verte. C'est Thomas Rap, je crois, qui l'avait publié, quelque part à Amsterdam donc, vers 1969. Il y avait une bande-annonce aussi, qui éclairait le tout. Une bande annonce lumineuse ! Oui, ça, on était lumineux en ce temps-là. mais. pour le reste. c'est toujours obscur ! (Petites déchirures à la bande-annonce)

A imagem acima é a folha de rosto, que aparece reproduzida no livro Drawings on Writing, de Serge Onnen. O subtítulo do livro de Serge Onnen é 100% texto, 99% ilegível. É um livro só de imagens, que inclui desenhos de artistas contemporâneos, cartas de Van Gogh, documentos confidenciais da CIA, uma escrita cifrada de Sherlock Holmes/Arthur Conan Doyle e caligrafia árabe, entre outros exemplos de textos (quase)ilegíveis.

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Lascaux

cena de caça, gruta de Lascaux, França

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Luise Weiss


luise weiss
passagens e memórias
pinturas xilogravuras fotomontagens livros de artista objetos vídeos

Abertura 14 abril 2010 20h
de terça a domingo e feriados das 11h às 18h, quinta até 20h

Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - MASP
Avenida Paulista 1578 São Paulo SP11 3251 5544 www.masp.art.br

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Doublets



Uma campanha contra a violência doméstica. O texto diz: "O caminho para a violência doméstica acontece um passo de cada vez". Utilizando um procedimento inventado por Lewis Carroll e apelidado de doublets, faz a troca sucessiva de apenas uma letra para formar uma nova palavra, até que a última palavra tenha um sentido oposto ao da primeira.

terça-feira, 6 de abril de 2010

Jonathan Monk





& Milk. Today is just a copy of yesterday, 2004
Grazer Kunstverein / Schleebrugge.Editor, Graz
Artist´s Book: Softcover; numbered edition of 800 copies
150 x 228 mm; xx pp.


A glass of milk is the demonstrative subject of this little book, a deceptively simple experiment in process. An initial slide of the glass was duplicated, a duplicate was made of that duplicate, and so on, until there were 50 generations of the original. Matters become complicated when one slide is made from another; new conditions and patterns emerge that can hardly be anticipated. With each generation, the reproduction loses some information, the colors change, definition and resolution suffer, and even the image area itself begins to change. '& milk' is a fascinating piece, as well as a fun flip book that appeals to anyone interested in matters of regeneration, duplication, or temporality.

São Cristóvão

xilogravura medieval,

Philip Guston




book, 1968


sexta-feira, 2 de abril de 2010

Natalia Goncharova

Mirskontsa, 1912
Texto de Velimir Khlebnikov e Aleksei Kruchenykh
O livro teve várias capas diferentes para a mesma edição, todas feitas por Natalia Goncharova, aproveitando papel de parede, papel marmorizado e outros, utilizando a técnica de colagem.


Natalia Goncharova (Russian, 1881-1962)
Mikhail Larionov (Russian, 1881-1964)
Nikolai Rogovin
Vladimir Tatlin (Russian, 1885-1953)




Cover with silver foil collage by Goncharova and lithographed manuscript text mounted on front; 28 lithographed illustrations (13 by Goncharova, 10 by Larionov, 4 by Rogovin, and 1 by Tatlin); lithographed manuscript and rubber stamped text, page (irreg.): 18.7 x 13.8 cm. Moscow. Edition: 220.

Links [russian avant-garde book] [moma: the collection]